A mercê dos comunistas

E não que os comunistas acordaram, hoje (23), os espíritos das freiras do Convento das Mercês. Melhor, podemos dizer que, literalmente, derrubaram a bastilha do Sarney com muitos gritos na convenção do PCdoB de São Luís.

Estava tão apertado o local que o metro quadrado ficou apinhado, todos no ponto de fazer barulho quando seus escolhidos e pré-candidatos botavam a boca no microfone.

Dos discursos, vale a convicta pretensão do presidente municipal, Haroldão, em acreditar no partidão elegendo seis membros para a Câmara de São Luís. A madre superior do convento deve ter assoprado nos tímpanos do velho comunista. Coisa do além, fazer o que!!

Lisboa, Ricardo Diniz e Rommeo Amin foram os três pré-candidatos que conseguiram tremer o ambiente, seus pronunciamentos tinham o algo de quem sabe o que falar, evidente que potencializado pelas suas turmas com estridentes chama pelo nome, balançando bandeiras e mãozinhas estilizadas. Sem esquecer das charangas!

Verdade que na voz baixa os filiados resmungam a perda do papel de vice-prefeito.

O PCdoB caminha com Edivaldo Holanda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.