Coluna Aparte – Divã do além

Alguém, pode ser um aliado corajoso, talvez um familiar, quem sabe um psiquiatra, precisa explicar ao Jair Bolsonaro (PL) que ele está como presidente do Brasil e, como o representante maior do executivo federal, tem a prerrogativa de mandar na Petrobras. Naturalmente, mudar a fórmula no preço do petróleo e do gás.

Tornou-se uma piada cara e satírica para um homem com a esperança de ser o ditador do país ficar nessa sacanagem de cobrar em público a estatal pelos aumentos atrelados ao dólar. Todos os brasileiros, evidente, que menos os seguidores e os políticos combinados em bagunçar o cenário eleitoral, estão gozando o Messias pelo diário e dantesco espetáculo de tentar confundir as nossas cabeças.

Nem vale escrever as palavras que utilizam quando citam seu nome, mas fica nos mesmos palavrões que ele e sua equipe adoram expressar. Talvez não seja a mente do chefe da nação que esteja confusa ou deturpada, quem sabe algum mentor, pode ser um marqueteiro, astrólogo ou filósofo que está no além, conseguindo incutir essas estratégias, afirmando ser a única saída para vencer o Lula (PT) em outubro.

Sei que assim ele não enche as urnas com votos. Pode ser o seu bolso e dos que acreditam mandar no nosso dinheiro!

  • Coluna Aparte publicada nas segundas-feiras, na página Política, no jornal O Imparcial.
  • Charge do genial Nuna. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.