Othelino, equilíbrio e resmungos

Muitos continuam incomodados com a decisão do deputado Othelino Neto (PCdoB) de determinar o seu futuro político com o pré-candidato Carlos Brandão (PSB). Esquecem que sua potência eleitoral foi construída no passado de muita paciência e resistência.

Agora, acreditam no poder da cobrança sem dizerem a quem ele deve. Flávio Dino (PSB) jamais aceitaria Ana Paula Lobato (PSB) como primeira suplente caso não confiasse na sua conduta política.

Sobram somente os resmungos!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.