Sarney e Chico, história que se renova

Histórias sempre tem versões diferenciadas, nunca nas amizades verdadeiras. Durante a concorrida comemoração de aniversário do vereador Chico Carvalho com a presença de vereadores, deputados, lideranças políticas do estado, pré-candidatos, imprensa, amigos e a família um telefonema paralisou o parlamentar, feição seria, para em seguida abrir um largo sorriso e esticar uma animada conversa.

Aquele era o tradicional telefonema de José Sarney, sem perder uma data durante décadas, sempre registrando a importância da amizade acima dos interesses de poder, construída em uma época que o respeito era a senha da convivência. Aguçado, indaguei o aniversariante pela alegria, quem tinha ligado?

Chico respondeu que “quem tinha ligado foi o amigo que sempre lhe deu os melhores conselhos sobre a convivência humana, que nunca cobrou, nunca o intimidou por causa das suas decisões políticas, alertava sim, com a experiência, os efeitos daqueles caminhos, sempre com inocentes tiradas de humor que lembra a nossa juventude. ”

Confessou que sempre espera o telefonema do Sarney, sabe que muitos estão ocupados, esquecem ou nem dão valor a este simples gesto que renova as amizades. Que festejar o nascimento de alguém que gostamos é aplaudir a vida.

Fica o exemplo!

 

2 pensou em “Sarney e Chico, história que se renova

  1. Isso sim é história que se renova! Sábios se entendem, sábios se lembram e sabem respeitar-se mutuamente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.