Coluna Aparte – Neutros?

Quem dera que a solução para o maligno vírus fosse resolvido com o nosso cor-de-rosa Guaraná Jesus vestidos no colorido do Sampaio Corrêa ou na calça justa da moda europeia. Nada disso, tudo isso, junto com a política, somente atrapalha a cura da nação na briga pela vacina.

Todos os governantes poderiam ficar neutros nessa disputa incessante de roubar a cena no calculado lucro para a eleição de 2022, nenhum medalhão nacional deve estar fazendo a leitura de uma população esgotada pelas vaidades dos pré-candidatos ao Palácio do Planalto.

Depois reclamam quando surgem os fenômenos do tipo Fernando Collor (PROS) e Jair Bolsonaro (ainda seu partido), sem esquecer o Lula (PT), fazendo do Brasil a vergonha mundial. Fato perto de acontecer, caso o ódio na esquerda seja novamente o fato reinante. Somente a direita agradece a refeição gratuita.

Nem de longe a briga eleitoral no Maranhão fica com outro visual, a nova coleção de “Senhores do Poder” surge trazendo releitura do estilo Neutros, desfilando as camisas escritas Dinos, mas com uma segunda opção de marca bem escondida enquanto estiverem na passarela montada pelo Flávio Dino (PCdoB).

Podemos dizer que o ainda aliado senador Weverton Rocha (PDT) resgatou a prática do estou sentado no muro, liberando os seguidores para expor o governador ao enfraquecimento nacional perdendo a prefeitura da capital. Preço incalculável, impossível de saber o total desta conta para o sonhado projeto de ser um pesado na corrida presidencial.

Menos importante, apesar que tudo deve ser registrado para cobranças futuras. Teve aquele episódio de “neutralidade” do deputado federal, Márcio Jerry (PCdoB), para quebrar as pernas do candidato a presidente da FAMEM apoiado pelo vice-governador, Carlos Brandão (PCdoB), que vai ser logo o governador, que o Jerry vai precisar se quiser ser novamente parlamentar em Brasília.

Interinos Senhores do Poder, por favor, parem com esse papo de aliados, mas neutros.

  • Coluna Aparte publicada nas segundas-feiras, na página Política, no jornal O Imparcial.
  • Charge do genial Nuna com Zé Maranha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.