Klamtiando – Padrinhos do Brasil

Provocando muitos debates o apoio declarado pelo Lula (PT) ao candidato Rubens (PCdoB) na caminhada à prefeitura de São Luís, sem deixar de gerar especulações sobre a participação do camarada Dino (PCdoB) no primeiro turno da eleição. Até quando vai resistir?

Quase definida a participação do prefeito Edivaldo Holanda (PDT) no governo de Flávio Dino (PCdoB) a partir de janeiro de 2021, faltando definir a secretaria de alto potencial que permita manter a posição de pré-candidato majoritário para 2022. Resta saber quando deixa o PDT!

Interessante as diferenças das posturas dos padrinhos políticos na eleição de São Luís, enquanto o senador Weverton Rocha (PDT) acompanhado do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) fazem questão de mostrar quem determina os passos dos candidatos a senadora Eliziane Gama (Cidadania) e o vice-governador Carlos Brandão (Republicanos) demostram maturidade e respeito nas articulações eleitorais. Coisa de berço?

Brasil continua sendo o país dos miseráveis, terra que poucos tem ao menos o direito ao direito. Basta uma rápida olhada na eterna adoração dos beneficiários do Bolsa Família no Lula (PT) seguido da decolagem dos índices de aprovação do presidente Jair Bolsonaro (ainda seu partido) com os seiscentos que viraram trezentos para aplacar a fome dos brasileiros. E olha que nem vai ter mais o Renda Brasil, nem novos beneficiários do CPF?

Charge do Nuna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.