Um minuto por favor

Continua tumultuado o contexto político no Brasil, graves denúncias de corrupção em cima dos principais homens no poder. No Maranhão, por enquanto, o governador Flávio Dino (PCdoB) ganhou momentos de oxigênio para articular sua pré-candidatura à reeleição em 2018.

Sarney (PMDB) acuado com a grave denúncia do Janot como quadrilheiro no STF, Roberto Rocha (PSB) perdendo simultaneamente todos os espaços no partido socialista, que, resolveu, antecipadamente, declarar apoio irrestrito a recondução comunista ao Palácio dos Leões.

Ainda ganhou a paixão do PT depois dos beijos e abraços ao Lula. Falta a garantia de voto dos sempre duvidosos petistas.

Deve ser por este berço esplêndido que o governador e o secretário Márcio Jerry (PCdoB) aparecem, nos últimos dias, nas redes, no padrão harmoniosos. Ainda deve ser a influência da passagem do Lulinha paz e amor.

Oposição promete logo um tira sono. Sobra minutos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.