Abençoa padrinho

Na política nem espera-se o corpo do defunto esfriar, o senador Roberto Rocha e o filho Roberto Jr. deixaram o féretro do Wellington do Curso ainda no caminho do cemitério.

O imediato anúncio do senador a campanha de Eduardo Braide causou mal estar entre os aliados do Curso.

O meio político, observa, sem surpresa, mais uma vez, a tentativa do senador cobrar, no futuro, como padrinho do segundo turno da candidatura do Braide. Padrão de apropriação conhecido.

Sendo esperado o desafio do Rocha para o governador vir às ruas caminhar com Edivaldo Holanda, na mais infantil forma de estabelecer o confronto como adversários para 2018.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.